Sistema de Arrefecimento e Filtragem de Gases

sábado, 22 de fevereiro de 2014

Logística inversa em Sistema de Arrefecimento e Filtragem de Gases-SAFG

Logística inversa em Sistema de Arrefecimento e Filtragem de Gases-SAFG
Primeiro Passo:
A logística inversa aborda a questão da recuperação de produtos, embalagens, materiais, entre centenas de  outros sub produtos, desde o ponto de consumo até ao local de origem ou de deposição em local seguro, com o menor risco ambiental possível. Assim, a logística inversa trata de um tema bastante sensível e muito oportuno, em que o desenvolvimento sustentável e as políticas ambientais são temas de relevo na atualidade.
Quando  começamos o desenvolvimento do projeto Sistema de Arrefecimento e Filtragem de Gases, imaginamos uma tecnologia inovadora que possibilitasse ao mesmo tempo o reaproveitamento de produtos e subprodutos  sem valor comercial, e que estão dispersos no meio ambiente. Iniciamos as pesquisas direcionadas para os elementos de poder absolvente e de adsorção entre centenas de subprodutos sem valor comercial até então.
Em nosso campo de pesquisas identificamos três produtos sem valor comercial ou de baixo custo no mercado; Carvão de origem vegetal e animal, fibra da casca de coco e raspas/aparas de couro, sendo que as raspas/ aparas de couros é um subproduto com grande potencial contaminante considerando a utilização dos ácidos e alcalinos empregados no tratamento e acabamento do produto (couro).
Vejamos:
O carvão de origem vegetal é uma fonte inesgotável considerando os parâmetros de reflorestamento conforme legislação ambiental.
https://www.youtube.com/playlist?list=PLSCQegiTPsgbVYMGDBU-EiiLqzsYWzUJv
                                               

                                                                              Vegetal


O carvão de origem animal é um subproduto de baixo valor comercial e que pertence a cadeia alimentar, onde possui grande poder de absorção.
                                       

                                                                      Animal
                                                                                                                                                                    
                                                                                            
A fibra da casca de coco, matéria prima utilizada na produção de carvão vegetal com grande poder de absorção de material particulado (MP), possui baixo valor comercial.
                                                                                 


Fibra casca coco

As aparas, retalhos e raspa do couro, é um sub produto gerado no tratamento e acabamento da manta de couro, tem sido um grande problema junto as indústrias (cortumes). Trata se de um subproduto com grande poder  contaminante e que não possui valor comercial. Trata se de subproduto com grande poder de absorção e capacidade de armazenamento, uma vez reutilizado de forma correta trará grandes vantagens, tornando se um filtro de absorção para o sequestro de Monóxido de carbono CO, emitido pelas fontes móveis e fixas de emissão de gases poluentes.
                                                                                 

Couro
A logística inversa aborda a questão da recuperação de produtos, parte de produtos, embalagens, materiais, entre outros, desde o ponto de consumo até ao local de origem ou de deposição em local seguro, com o menor risco ambiental possível. Assim, a logística inversa trata de um tema bastante sensível e muito oportuno, em que o desenvolvimento sustentável e as políticas ambientais são temas de relevo na atualidade.

Assim estamos propondo a reutilização de subprodutos como elementos filtrante de gases poluentes na saída das chaminés e escapamentos, tanto nas fontes fixas e móvel de emissão. Podemos afirmar que os testes e ensaios realizados em SISTEMA DE ARREFECIMENTO E FILTRAGEM DEGASES através de protótipo, apresentaram excelentes resultados, diminuindo e neutralizando  em 75% a emissão do monóxido de carbono CO, hexano e hidrocarboneto.
                                                                                

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

SISTEMA DE ARREFECIMENTO E FILTRAGEM DE GASES/SAFG

                                                                                                                          http://sistemafiltragemdegases.blogspt.com

           
                                    SISTEMA DE ARREFECIMENTO E FILTRAGEM DE GASES-SAFG                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                              É a solução:
1- Poluição relacionada aos transportes: resultante da ação de veículos automotores e aviões. Devido ha combustão da gasolina, óleo diesel, álcool etc., os veículos  automotores produzem gases como o monóxido de carbono, óxido de enxofre, gases sulfurosos, produtos à base de chumbo, cloro, bromo e fósforo, além de diversos hidrocarbonetos não queimados. Variando de acordo com o tipo de motor. 2- Os aviões produzem para a atmosfera: Cobre,dióxido de carbono, mono aldeídos, benzeno etc.
3- Poluição pela combustão: resultante de fontes de aquecimentos domésticos e de incinerações, cujos agentes poluentes são: dióxido de carbono, monóxido de carbono, aldeídos, hidrocarbonetos não queimados, compostos de enxofre. O anidrido sulfuroso, por exemplo, pode transformar-se em anidrido sulfúrico, e este, em ácido sulfúrico, que precipita juntamente com as águas das chuvas.
4- Poluição devida às indústrias: resultante dos resíduos de siderúrgicas, fábricas de cimento e de coque, indústrias químicas, usinas de gás e fundição de metais ferrosos. Entre esses resíduos encontram-se substâncias tóxicas e irritantes, poluentes fotoquímicos, poeiras etc. Além da poeira de natureza química, com material particulado (MP) de tamanho dos mais diferentes, os principais poluentes industriais encontram-se no estado gasoso, sendo que os mais freqüentes são: dióxido de carbono, monóxido de carbono, óxido de nitrogênio, compostos fluorados, anidrido sulfuroso, fenóis e álcoois de odores desagradáveis.
POLUENTES/FONTES/EFEITOS SOBRE O AMBIENTE/EFEITOS SOBRE A SAÚDE HUMANA
> Dióxido de Carbono(CO2) combustão de produtos carbonados diversos que podem ocorrer em usinas elétricas, industriais e no aquecimento doméstico. A acumulação desse gás poderia elevar a temperatura da superfície terrestre a um ponto perigoso e provocar catástrofes ecológicas e geoquímicas. Em função de seus efeitos sobre o ambiente, o CO2 pode, a longo prazo, tornar a Terra imprópria à vida humana, pelo aquecimento excessivo que poderá provocar.
> Monóxido de carbono(CO) combustão incompleta de materiais fósseis como o petróleo e o carvão, principalmente nas indústrias metalúrgicas, refinarias de petróleo e motores a combustão. Pode afetar o equilíbrio térmico da estratosfera. Quando aspirado pelo homem, combina-se com a hemoglobina das hemácias, substituindo o oxigênio, provocando a dificuldade respiratória e mesmo asfixia. A diminuição do suprimento de oxigênio às células leva o aparelho respiratório e o coração a trabalhar mais, provocando um esforço adicional, perigoso em pessoas portadoras de problemas cardíacos e pulmonares.
> Dióxido de enxofre(SO2) emissão através de centrais elétricas, fábricas, veículos automotores e combustível doméstico freqüentemente carregado de ácido sulfúrico. O ar poluído agrava as afecções respiratórias, afeta os animais e as plantas, as pedras calcárias empregadas em construções e também tecidos sintéticos. Ação irritante nos canais respiratórios, provocando tosse e sufocação. Contribui para o agravamento de asma e da bronquite crônica. Afeta também outros órgãos sensoriais.
> Óxido de nitrogênio(NO2) provém de motores a combustão, aviões, fornos, incineradores, do emprego excessivo de certos fertilizantes, de queimadas e de instalações industriais. Pode provocar nevoeiros. Causa a redução da capacidade do sangue no transporte de oxigênio para as células, provocando ente outras doenças, o enfisema e a redução das defesas do organismo contra as infecções. Pode ainda provocar afecções respiratórias e bronquites em recém-nascidos.
> Chumbo(Pb) acumula-se no organismo e afeta as enzimas e o metabolismo celular. FONTE Instituto Carbono Brasil, www.cutco2.org

                                                                                      

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Dados Técnicos em SAFG-Sistema de Arrefecimento e Filtragem de Gases





 Dados técnicos do produto de Inovação tecnológica
Trata se de um catalizador de neutralização, o qual trabalha na diminuição de temperaturas, possibilitando assim a retenção das partículas poluentes. O funcionamento do Sistema de arrefecimento e filtragem de gases se realiza de forma que: o líquido arrefecedor circula pelo trocador de calor, através dos dutos de líquido frio e quente. A passagem deste líquido, em contado com as serpentinas no interior das quais conterão gases provenientes da queima de combustível do motor e ou processo produtivo (fonte móvel e ou fixa), acarretará na diminuição da temperatura dos gases provenientes da queima do combustível. Diante da diminuição da temperatura destes gases, ao se direcionarem para o silenciador contendo elementos filtrantes, os gases se tornam menos voláteis, em um estado próximo de condensação, possibilitando então que as partículas poluentes sejam retidas pelo filtro de gases composto por um ou diversos elementos, no interior do Silenciador ou chaminé.
A Invenção tecnológica cadastrada com pedido de depósito de patente junto ao INPI, tem apresentado uma evolução muito grande em testes realizados no protótipo, continuamos há desenvolver testes, aumentando as porcentagens de filtragem dos gases e fuligens. Um detalhe técnico importante é que todo o SISTEMA poderá ser fabricado em polímeros termoplásticos,assim sera possível diminuir peso,tamanho e eliminar a corrosão apresentada no aço carbono, aumentando assim vida útil do equipamento. Outro detalhe é que os custos de fabricação caíra ainda mais, e a reciclagem do sistema sera 100% no momento do descarte.